Contacto

Se deseja mais informação sobre as campanhas de ASMI para promover os produtos do mar do Alaska, solicitar informação para imprensa ou material gráfico, por favor contacte o escritório do sul da Europa, situado em Barcelona, Espanha:

David McClellan

Representante Regional Alaska Seafood Marketing Institute

C/ Borrell 7 – Local 19 08190 St. Cugat del Vallès (Barcelona) Espanha

Tel:+34 93 589 8547
Fax:+34 93 589 7051

E-mail: dmcclellan@alaskaseafood.org
Web: www.alaskaseafood.org

Segue-nos nas Redes Sociais

 

Métodos de Pesca

A pesca no Alaska é uma atividade que ocorre durante todo o ano; Divide-se em várias épocas de pesca e diferentes métodos de captura, dependendo do tipo de peixe e/ou marisco que se apanha.

Métodos de Pesca do Salmão Selvagem

Pesca com rede de emalhar

As redes tresmalhas formam uma parede de redes de emalhar na água, suspensas em rolhas que flutuam à superfície, podendo abranger uma distância de 275 a 550 metros e estender-se a profundidades variáveis. O termo “emalhar/guelras” refere-se ao fato de que os salmões que tentam nadar através da rede são fisgados pelas brânquias nas malhas da rede.

 

  • Pesca com redes de deriva: os navios colocam redes nas rotas migratórias de salmão ao longo da costa e içam os peixes capturados a bordo. Os navios de pesca com redes de deriva variam em comprimento de 8 a 13 metros.
  • Pesca com rede de emalhar fixa: um pequeno barco ou esquife estende uma rede de emalhar da costa para apanhar salmões que nadam perto da costa. Depois de ficar algum tempo na água, a rede é levantada com a mão.

 

Espécies: Vermelho, Keta, Prateado, Real e Rosado.

Pesca de corrica/trolling

O trolling/corrica é um tipo de pesca artesanal praticada apenas no sudeste do Alaska.

 

Os trollers são pequenos barcos tripulados por uma ou duas pessoas que pescam com palangres com iscas artificiais ou naturais. Em geral, grandes áreas de pesca são atribuídas aos barcos de pesca, mas os seus volumes de captura são menores do que os da pesca com rede. Frequentemente, os trollers pescam no mar e intercetam salmões no mar, à medida que começam a sua migração pelas águas interiores.

 

Este tipo de pesca centra-se na qualidade e não na quantidade.

 

Espécies: Real, Prateado e Keta

Pesca de cerco com xareta

Os cercadores possuem uma rede circular que forma um saco que se fecha no fundo. A rede é mantida a flutuar por rolhas sintéticas dispostas na superfície e um esquife arrasta uma extremidade da rede em torno de um cardume de salmões para envolvê-los na bolsa, a rede é içada a bordo por uma polia motriz e um gancho.

 

Os cercadores costumam lançar as suas redes em áreas próximas à costa, onde se concentram grandes cardumes de salmão.

 

A malhagem das redes utilizadas na pesca com cerco é inferior à das redes de emalhar. As redes de cerco com xareta têm cerca de 460 metros de comprimento e 30 metros de profundidade, embora o seu tamanho varie consoante a região.

 

Os cercadores são os maiores navios de pesca de salmão e os que capturam os maiores volumes.

 

Espécies: Rosado, Keta e Vermelho

Métodos de Pesca do Peixe Branco e Marisco

Pesca com Nassa

Nassa de pesca

As nassas são cestos de aço cobertos de rede e colocados com isco no fundo do mar onde aprisionam os peixes.

 

Para este tipo de pesca, utilizam-se navios de comprimento semelhante ao dos palangreiros.

 

Os pescadores içam os potes e devolvem as espécies indesejadas ao oceano.

Espécies: Bacalhau Negro, Bacalhau do Pacífico, Linguado do Pacífico, Caranguejo real e das neves, camarões e ameijoas.
Pesca com NASSA - Alaska seafood

Pesca com Rede de Arrasto

Trawling

A pesca de Arrasto utiliza uma grande rede afunilada puxada por um barco pesqueiro. Os arrastões são os maiores navios usados para pescar peixes brancos no Alaska. Usam meios avançados para detetar e identificar cardumes de peixes subaquáticos, permitindo que as embarcações ajustem o arrasto da rede em relação aos peixes e ao fundo do mar e evitem a captura de espécies indesejadas.

  • Arrasto de meia água: A rede arrasta-se aproximadamente 100-400 metros de profundidade.
  • Arrasto de fundo: A rede é arrastada logo acima do fundo do mar, usando rodas para evitar danos ao habitat.

 

Espécies: Escamudo do Alaska, solha, bacalhau do Pacífico, Bacalhau negro, linguado do Pacífico.
Pesca com rede de arrasto - Alaska Seafood

Pesca com Palangre

Na pesca com palangre, uma linha principal com anzóis iscados distribuídos em intervalos regulares é disposta no fundo do oceano.

 

Os palangreiros são menores do que os arrastões.

 

Neste tipo de pesca, os pescadores podem selecionar os peixes que apanham e soltar vivos no oceano os de diferentes espécies.

 

Os chamados “palangreiros congeladores” podem congelar peixes diretamente no mar.

 

Espécies: Escamudo de Alaska, linguado do Pacífico, bacalhau negro, bacalhau do Pacífico.

Pesca com iscas com chumbo

A pesca vertical (jigging ou jig fishing em inglês) É um método que usa vários ganchos alinhados com iscas artificiais de chumbo (gabaritos) e um carretel elétrico que puxa a linha para cima e para baixo.

 

Cada tambor pode ter até cinco linhas e cada linha pode ser equipada com até 30 ganchos.

 

Neste tipo de pesca, utilizam-se embarcações de comprimento semelhante ao das menores utilizadas na pesca com palangre. Os peixes capturados são classificados e os de espécies indesejadas são devolvidos vivos ao mar.

 

Espécies: Bacalhau negro, bacalhau do Pacífico.

Mergulho

Os marisqueiros mergulham dos barcos até ao fundo do mar, onde selecionam os mariscos à mão.

 

Um compressor (hookah) bombeia ar aos mergulhadores continuamente, por um tubo, enquanto apanham marisco.

 

Os mergulhadores extraem os moluscos do seu habitat no fundo do mar com um ancinho ou jato d’água pressurizado e mantêm-nos numa bolsa de malha amarrada na cintura até que retornem ao barco que os espera na superfície.

 

Espécies: Ameijoas, Ouriços e Pepinos de mar.

Pesca com Dragas

As vieiras são colhidas com uma draga, uma estrutura de metal retangular de aproximadamente 12 pés (3,6 metros) de largura presa a uma rede de malha de quadril.

 

Os navios geralmente arrastam duas dragas lentamente sobre o fundo do mar onde existem vieiras por até uma hora antes de as içar.

 

Espécies: Vieiras.

Pesca com Pala / Rastrilho

Os marisqueiros viajam, quer a pé pela praia quer de barco (esquife), até às margens dos moluscos onde são recolhidos com pás e ancinhos e transportados em baldes.

 

Espécies: Navalhas.