Contacto

Se deseja mais informação sobre as campanhas de ASMI para promover os produtos do mar do Alaska, solicitar informação para imprensa ou material gráfico, por favor contacte o escritório do sul da Europa, situado em Barcelona, Espanha:

David McClellan

Representante Regional Alaska Seafood Marketing Institute

C/ Borrell 7 – Local 19 08190 St. Cugat del Vallès (Barcelona) Espanha

Tel:+34 93 589 8547
Fax:+34 93 589 7051

E-mail: dmcclellan@alaskaseafood.org
Web: www.alaskaseafood.org

Segue-nos nas Redes Sociais

BENEFÍCIOS DO PEIXE DO ALASKA NA SAÚDE DAS MÃES E BEBÉS

BENEFÍCIOS DO PEIXE DO ALASKA NA SAÚDE DAS MÃES E BEBÉS

Como já discutimos, comer peixe e marisco do Alaska tem um efeito positivo na nossa saúde. Neste caso, falaremos sobre os benefícios dos peixes do Alaska para a saúde das mães e de seus bebés, já que seu alto teor natural de ácidos graxos ômega-3 e DHA torna-o num alimento rico para a dieta de mulheres durante a gravidez, a amamentação e também para crianças. 

Benefícios para o feto durante a gravidez 

BENEFÍCIOS DO PEIXE DO ALASKA NA SAÚDE DAS MÃES E BEBÉS
Photo by freestocks on Unsplash

Durante a gravidez, o DHA acumula-se no cérebro, algo que determina a quantidade de DHA que é transferida para o feto ou bebé. Quanto mais DHA é transferido da mãe para o feto, maiores são os benefícios. Ajuda a acuidade visual, funções cognitivas, atenção, hábitos de sono, atividade motora espontânea e o sistema imunológico. Também gera uma maior capacidade de adaptação às mudanças no ambiente, melhor desenvolvimento mental, melhor coordenação entre mãos e olhos, maior capacidade de atenção e melhor desempenho da memória ao longo da vida. 

A função do ácido ômega-3 afeta diretamente o desenvolvimento neuro comportamental e tem um impacto positivo na resposta imunológica do corpo. Como a maior parte da acumulação de ácidos graxos ômega-3 ocorre no terceiro trimestre da gravidez, os bebés que nascem prematuramente correm alto risco de não desenvolver ácidos suficientes. Um nível insuficiente de DHA para o bebé prematuro representa um risco de défice cognitivo, visual e neurológico de longo prazo. 

Benefícios para a mãe 

Os ômega-3 também têm benefícios que lidam com problemas como a depressão pós-parto, pois esses ácidos ajudam na neuro transmissão. Uma dieta rica em ômega-3 pode aliviar o stress psicossocial da mãe. Também reduz a taxa de depressão, promovendo um humor positivo e mudando a perceção de stress e ansiedade. 

Para as mães que consideram aumentar o consumo de peixe e marisco do Alaska durante a gravidez ou amamentação, salmão, bacalhau preto, arenque e bacalhau são recomendados, pois são excelentes fontes de DHA. A quantidade diária que deve tentar consumir durante este período é entre 200 mg de DHA por dia. Isso pressupõe uma ingestão de pelo menos 125g de peixe gorduroso duas vezes por semana. Desta forma, não só esses benefícios do ômega-3 serão obtidos, mas também outros nutrientes, como vitamina D, selênio, potássio e vitaminas B. 

Para saber mais sobre os benefícios dos peixes selvagens do mar do Alaska, clique aqui. 

Tags:
Sem comentários

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.